maio 30, 2013

Elementos Islâmicos no Fire Temple?!?

0 comentários
Provavelmente vocês já devem saber disso, mas para os que não sabem, aqui vai uma curiosidade bem legal! Em Ocarina of Time em algumas cópias antigas de Nintendo 64, o Fire Temple tem alguns elementos que fazem referência à cultura islâmica. Só para vocês terem ideia, a música desse temple (nas versões antigas) é uma música muito parecida com uma oração islâmica.

E o símbolo dos Gerudos? Você deve ter pensado em um símbolo parecido com esse:



Mas ele nem sempre foi assim! Agora, deem uma olhada nesse símbolo:



Estranho, não é mesmo? Esse símbolo antigo dos Gerudos não te lembraram de nada não?

Sim, meus amiguinhos! Ele é muito parecido com o símbolo religioso dos muçulmanos. Agora, vamos à música. Se vocês prestarem atenção, tem uma oração rolando ali no fundo! Tudo bem que tudo isso é uma teoria, mas é muita coincidência, não é mesmo? Se não, qual seria o motivo da Nintendo ter tirado essa música e o símbolo do jogo?

 

Bom pessoal, isso é tudo até agora! Até a próxima



Continue lendo →
maio 21, 2013

Resultado do concurso de FanArt!

0 comentários
Caros fãs de Zelda;

O cuncurso promovido pela ZWB e Hyrule Map finalmente chegou ao fim. Recebemos desenhos bem legais, mas chegamos a um veredicto.

O desenho vencedor foi o da Vanessa/Angelena, enviado no dia 18 de maio. Confira:


Parabéns, ganhadora! Espere nosso contato para mandarmos a camisa com a estampa escolhida!

Acesse nossa página no facebook. Equipe ZWB.
Continue lendo →
maio 10, 2013

Top 5: As cinco coisas mais legais de Zelda Skyward Sword

1 comentários
Para quem nao sabe, o último jogo da franquia Zelda lançado para Nintendo Wii, The Legend of Zelda, Skyward Sword, é meu jogo preferido, apesar de ter recebido críticas de vários gamers em todo o mundo. Vários recursos fazem dele, pra mim, o melhor jogo Zelda já feito! Aqui vou listar as 5 características que considero mais legais nesse magnífico jogo! Atenção: esse artigo contém alguns spoilers.

5. O visual charmoso

Podemos caracterizar o gráfico de Skyward Sword como uma mistura bem harmoniosa entre o Wind Waker e Twiligth Princess. Há quem diga que o primeiro peca pelo apelo infantilizado das cores e formas, e que o segundo seja muito mais sombrio e adulto de realismo aguçado. Um mix, então, não seria nada mal, e foi o que o Zelda SS nos trouxe. A técnica de cel-shading, em conjunto com o realismo, mostrou um visual limpo e claro que agradou muita gente.

Um Link com estilo diferente.

O estilo único do Zelda Skyward Sword foi inspirado pelo impressionismo, um movimento artístico amado pelo criador Miyamoto, com o céu presente no jogo lembrando muito os trabalhos de Cézanne.

À esquerda, trabalho impressionista (Monet). À direta, arte de Cézanne.

4. Os upgrades

Os upgrades foram uma grande surpresa pra mim, quando joguei SS pela primeira vez. Mais que simples ajustes de resistência em escudos e melhoria de poções, como poderíamos prever, a grande maioria dos equipamentos podem receber atualizações pra lá de interessantes. Seu arco pode apresentar propriedades de fogo ou gelo, suas bombas podem ficar maiores; ou com maior alcance, assim como o Beetle, o besourinho mecânico. São várias possibilidades, que te permitem uma boa variedade de estratégias que você mesmo cria. A personalização, juntamente com o Adventure pouch (que te permite escolher quantidade limitada de itens), é garantida e bem divertida; principalmente porque você deve caçar o material necessário das mais variadas formas. Insetos, penas e flores e outros pequenos objetos são capturados ou obtidos de maneira diferente e bem bacana. Você se torna um verdadeiro colecionador!

Upgrades precisam de rupees e material colecionável

3. Voa, meu filho!

Acelere Epona, coloque asas e umas penas, um superbico e faça-a grasnar. Não, não é exatamente isso, mas eu nem senti falta da égua mais fiel e charmosa de Hyrule. Os Loftwings são aves grandes, guardiãs dos cidadãos de Skyloft. Cada pessoa tem seu próprio Loftwing, e há uma conexão profunda entre os dois. A habilidade de montar seu Loftwing é uma linha divisória entre a juventude e a maturidade, simbolizando uma nova etapa na vida.

Link em seu Loftwing na Wing Ceremony


Os Loftwings não podem voar à noite (eles têm uma péssima visão noturna), exceto os especialmente treinados pra  isso. Mas exceto por esse pormenor, você pode voar livremente nas costas do seu amigo de penas. Há várias ilhas espalhadas pelo jogo, e você pode alcançá-las pulando do pássaro e ativando um mini para-quedas.

Link em seu Loftwing


Voar é muito divertido! Há um botão para dar uma acelerada temporária, e também há anéis espalhados que te dão um imenso boost.

2. Os melhores chefes

Há sempre quem reclame da facilidade dos chefes em Skyward Sword. Apesar de eu concordar minimamente com isso, também sou da opinião que o nível de dificuldade, por si só, não faz do jogo bom ou ruim. A franquia Zelda sempre me impressionou pelos chefes. No jogo The Legend of Zelda, Ocarina of Time, meu chefe preferido é o Boss do templo das Sombras, o Bongo Bongo. Talvez por isso, ao jogar o Skyward Sword, gostei muito do Tentalus, um Boss que também utiliza o Arco-e-flecha de maneira pra lá de desesperadora

Boss Tentalus. Mirar no olho do ciclopão do mar não é tão fácil!

Mas meu chefe preferido, sem dúvida, é o Koloktos, uma estátua dourada cheia de braços que tenta decepar seus membros com machados assustadores. O item pra ser usado nesse boss é o Whip (chicote). Você puxa e arranca as pernas do inimigo, como se fosse um caranguejo suculento, e manda ver com a espada. É o chefe mais divertido e inteligente ( talvez empatando com o Ghirahim).

Bizarrão, mas divertido!

1. A incrível jogabilidade!

A melhor parte do jogo! Nada de jogar sentado e entediado. Vamos mexer um pouco. Sua espada é o Wii Mote. E você não precisa somente balançar de maneira aleatória, como no jogo Twilight Princess. Aqui você deve mover o Wiimote na direção certa. Vários inimigos precisam ser cortados no sentido correto. Dekus-babas com fissuras na horizontal ou vertical, inimigos que precisam de uma estocada para serem derrotados, e também itens, como o Beetle, que voa na direção que você indica com o Wiimote. Até voar com seu Softwing e nadar, tudo feito e pensando na jogabilidade que o Wii motion Plus te proporciona.

O escudo, acionado com o movimento do Nunchuk, também faz a diferença!

Melhor cortar na direção certa!

* Texto por Midna: cunho pessoal.
* Fontes: Gen game, Zelda Wikia

Continue lendo →

About

eXTReMe Tracker

Pesquisar